VII Assembleia EA 1

VIII Assembleia da Esquerda Alternativa
10h | 1 de junho | sábado | Auditório do Metro de Lisboa

Camarada,

A Esquerda Alternativa apela à tua participação.

A EA tem-se mantido ativa quer no acompanhamento do situação política através da sua direção e dos seus órgãos locais, quer através de grandes iniciativas como o Encontro Marxista de Aveiro (IPDJ, 3-5 de novembro de 2017), o Encontro Feminista 2018 (Biblioteca de Belém - Lisboa, 20 de janeiro), a nossa VII Assembleia (Lisboa, 17 de maço de 2018), a Formação Política "Como combater os Ultras?" (IPDJ de Guimarães, 14, 15 e 16 de dezembro de 2018).

No próximo dia 1 de junho (sábado) terá lugar em Lisboa a VIII Assembleia da Esquerda Alternativa. Contamos com a tua participação em mais este momento de debate político e apelamos a que convides novas e novos aderentes a juntarem-se à Esquerda Alternativa e aos nossos debates. Consulta o regulamento:

formacaopoliticaEA

Nos dias 14, 15 e 16 de dezembro, realiza-se mais uma formação política organizada pela Esquerda Alternativa, desta vez na Pousada da Juventude de Guimarães.

Como combater os ultras? Vamos debater sobre a ascensão do pensamento ultraconservador. Vamos debater a resposta social e política da esquerda à política do medo e do ódio. Mais informação sobre a formação serão dadas via e-mail, no site e no facebook da Esquerda Alternativa.

As inscrições devem ser feitas através do preenchimento do formulário google destinado para o efeito, aqui encontrarás também várias informações úteis sobre transportes, refeições e alojamento.

Para qualquer questão adicional, podes contactar-nos através do email Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar..

PROGRAMA:

26037935934 897d77a011 o

tese proposta à VII Assembleia da Esquerda Alternativa - 17 de março de 2018

 

I - Austeridade, doença crónica do capitalismo

  1. O bicentenário do nascimento de Karl Marx comemora-se num período ainda marcado pelos escombros da primeira crise global do capitalismo. A crise financeira de 2007/2008 é mais uma prova da genética do capitalismo identificada por Marx: as crises económicas são inerentes a este sistema económico. Dez anos volvidos sobre crise financeira, o sistema capitalista ainda anda à procura da saída de emergência.