ESQUERDA ALTERNATIVA LOGOWEB 012

10h | sábado | 12 de março | Auditório do Metro de Lisboa, Estação do Alto dos Moinhos

 

 

Convocatória

De acordo com o Art. 5º do Regulamento Interno da Esquerda Alternativa, a direção convoca a V Assembleia da Esquerda Alternativa para o dia 12 de março de 2016, no Auditório do Metro de Lisboa (Estação do Alto dos Moinhos).


- Regulamento do debate da V Assembleia da Esquerda Alternativa

- Proposta de regimento da V Assembleia da Esquerda Alternativa

No dia 16 de fevereiro serão enviados os documentos políticos elaborados pela comissão de teses eleita pela direção. Os  membros  da  Esquerda  Alternativa  podem  enviar  propostas  de  teses, artigos  de opinião  e  moções  setoriais  também até  ao  dia  16  de  fevereiro  para  o  secretariado,  cujo endereço eletrónico é: Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar. | Para outros prazos e procedimentos, consultar os documentos anexos.

IV Assembleia Esquerda Alternativa

Realizou-se no dia 5 de dezembro de 2015, no auditório do Metro de Lisboa, a IV Assembleia da Esquerda Alternativa. Participaram 124 pessoas e tiveram lugar 34 intervenções. Foram aprovadas sem votos contra e com apenas uma abstenção os documentos: resolução política"Eurocoisa, princípio da incerteza", resolução sobre situação política "A vitória do arco constitucional" e a deliberação “O momento exige que não percamos as nossas ideias". A mesa da IV Assembleia foi constituída por Isabel Pires, Mariana Aiveca, Joana Mortágua, João Vasconcelos e Jorge Magalhães. Ver caderno IV Assembleia da Esquerda Alternativa - Ata e documentos aprovados.

Resolução sobre a situação política

IV Assembleia da Esquerda Alternativa

CGTP MANIF

 

O Bloco de Esquerda mostrou como foi possível a construção de um arco da Constituição e com ele abrir um novo ciclo político. O caminho tornou-se possível com a derrota de PSD e CDS nas urnas e a criação de uma nova situação política.

Resolução política

IV Assembleia da Esquerda Alternativa 

 

Foto de Paulete Matos

 

 

 

1- Maastricht em cheque

 

Há cerca de vinte cinco anos, viu a luz o Tratado de Maastricht. Este institucionalizou a União Europeia, as regras orçamentais dos Estados (hoje, tratado orçamental), preparou a moeda única e o centralismo de um diretório (reconhecido no Tratado da União Europeia/Lisboa). Segundo a doutrina da época, a união económica e monetária precederia a união política, qualquer coisa como os Estados Unidos da Europa.